sábado, 21 de fevereiro de 2009

Inocência


Hoje tentei abraçar todas as oportunidades que me apareceram. Tentei dizer que sim em vez de ficar no meu canto com medo de arriscar. Estou a tentar mudar-me a mim mesma, a tentar evoluir no sentido espiritual, mental. Não é nada fácil, para uma pessoa com medo do incerto e do futuro, tal como eu. Só quem tenta é que pode falhar ou mesmo acertar, não é ? Ver as coisas de outra perspectiva, de outro prisma.. Tentar corrigir o incorrigível. Substituir defeitos por qualidades. Abraçar desafios e sonhar, principalmente sonhar. Imaginar, um grande dom que todos temos. Eu quero ser feliz, como era quando era bem pequenina, no meu mundo sem problemas, colorido e cheio de doces e bonecos. Sem doenças, sem discussões e sem problemas. Inocência perdida, noção da realidade ganha. Por isso, devemos ter sempre um pouco de criança em nós. Devemos ter de tudo um pouco em nós, nada em exagero. Pronto, tudo não . Quase tudo.

1 comentário:

A outra metade disse...

Deves arriscar, mas quando vale a pena e desde que o risco seja sempre favorável p/ ti e não p/ os outros.
É normal teres medo do incerto, deves é viver sempre no presente, nem no futuro nem no passado, apesar de que, deves fazer tudo que está ao teu alcance para teres um futuro melhor a nivel de educação e saúde.Falhar é humano e só n falha quem n tenta.
É bom sonhar desde que tenhamos a noção que um sonho não é real.
É sempre bom sermos um pouquinho crianças e lembrarmo-nos do quão feliz eramos quando só pensávamos em brincar.
Devemos ter de quase tudo um pouco desde que seja aquilo que queremos e não o que os outros querem.bjs