terça-feira, 5 de janeiro de 2010

Carta a Mim


O que aconteceu aquela grande vontade de deixares de pensar nos outros antes de ti? Onde está a determinação de não te preocupares com o que vão dizer ou pensar?

Neste momento tudo isto se desvaneceu. Tornaste-te uma criança indefesa sem nada, em ti ou sem ser em ti, nem ninguém que te pudesse dar a mão e ajudar a chorar.

És uma fraca. A tua força nunca existiu.

Como és capaz de desistir de tudo o que faz parte do teu dia-a-dia por uma coisa como esta?

Estou muito muito desiludida contigo. Achava outra coisa de ti, tinha esperança e sentia-me segura em ti, sabia que fosse o que fosse tu conseguirias ultrapassá-lo sem a menor dificuldade. Estava tão enganada. Não sabes o que é importante e deixas-te abater por coisas como esta. Metes-me nojo, a sério que metes.

Vá, fica aí em casa, a ter pena de ti mesma e a chorar como um bebé. Faz-te sentir melhor não faz? Então, vá, fica. Não farias nada de que não estivesse à espera. Fica aí, a acreditar que amanhã vais acordar e a tua força volta assim como por magia.

Traíste a minha confiança. E eu não te vou perdoar.

Não tenho mais palavras para ti. Não quero falar contigo, nem sequer te quero ver no espelho neste momento.

Espero que te sintas culpada e espero que aprendas alguma coisa de jeito nessa cabeça oca.

9 comentários:

O Bazar da TiTi disse...

Por vezes somos demasiado duros connosco próprios!! :-)

Um feliz ano de 2010!!

Reporter Da Vida disse...

Obrigada, um bom ano para ti também :)

O Bazar da TiTi disse...

Muito obrigada!! Espero que este inicio de ano não seja uma perspectiva do restante ano ... espero que seja um 2010 muito sorridente :-D

bjs

Satine disse...

querida, muita forçaa.. as vezes acabamos por exir demais de nós mesmos e esse nem sempre é o melhor caminho. abre uma porta nova a ti mesma, começa um novo percurso.. força!

beijo*

Reporter Da Vida disse...

Satine, muito obrigado, é sempre bom ver-te por aqui.

Wonderwoman disse...

E porque não aproveitas este início do ano para recomeçar?
Dá mais um voto de confiança a ti própria, faz um esforço,(esquece lá o rapazinho, ele não te merece) e vais ver que, daqui a pouco, já te olhas ao espelho com orgulho!

Pipoca dos Saltos Altos disse...

Este discurso é-me familiar. Também tenho a mania de ser a maior carrasca de mim mesma...
Vá, levanta lá a cabeça, limpa essas malditas lágrimas e começa a pensar num plano para resolveres as coisas. Ah, e mete-te em primeiro lugar, sempre.
Beijos

Reporter Da Vida disse...

Wonderwoman- Um recomeço parece-me bem :)

Pipoca dos Saltos Altos- Obrigada pelo conselho ;)

Ana M. disse...

e se nos colocamos sempre à frente de tudo não nos tornaremos egocentricos?

Anima-te e olha em frente.
beijinho